Eco Aldeias e Comunidades Sustentáveis



Recentemente, li um artigo no jornal “Dica” do Lidl, que abordava a importância das Eco Aldeias e comunidades sustentáveis. Segundo o autor, em Portugal, existe apenas uma verdadeira Eco Aldeia, e esta foi fundada por um grupo de alemães. É lamentável que não haja mais iniciativas deste género, até porque há algumas décadas atrás a maior parte das nossas aldeias eram auto-sustentáveis.
Se querem provas, visitem o museu da Lousã pois vale a pena.
Em Portugal temos condições excelentes para desenvolver Eco Aldeias, mas é necessário acabar com os interesses partidários na política e avançarmos com grupos de cidadãos responsáveis. Temos que dar prioridade à Terra e à vida, antes que seja demasiado tarde. Felizmente, há cada vez mais pessoas a “acordar” e em breve seremos tantos que os Média deixarão de servir os políticos para servir o Povo.

Ideia

Podíamos formar grupos com pessoas nas áreas de freelancer e teletrabalho. Estas pessoas em geral, podem trabalhar em qualquer lugar, desde que possuam uma ligação à Internet. As Eco Aldeias podem ser criadas de raiz ou projetos para recuperação de aldeias antigas, abandonadas. As casas podem ser de construção muito económica e simultaneamente eficientes. Antigamente, as casas eram feitas de adobes e duravam muitos anos. Ou seja, se usarmos materiais de origem local podemos poupar muito dinheiro, desde que sejamos nós a mão de obra. A escolha para o local é muito importante, devemos preferir sítios com o máximo de recursos naturais disponíveis. Se houver uma queda de água, pode servir para gerar electricidade, se houver nascentes de água também será ótimo, muitas rochas é bom para construir casas.

Para refletir

Para morar nestas aldeias não é necessário sermos radicais e abdicar das tecnologias, pelo contrário, devemos e podemos usa-la para nos servir, desde que o façamos com responsabilidade respeitando a Natureza. Por exemplo, é possível implementar meios para gerar eletricidade sem poluir, tratar águas residuais sem químicos, usar materiais biodegradáveis, etc.

Links que extrai da reportagem:

http://www.tamera.org/- A única Eco Aldeia em Portugal
http://portugal.ecovillage.org/- Rede Portuguesa de Eco-aldeias e Comunidades Sustentáveis

Comentários